quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Os Monumentos de Joaquim Inácio

Algo que sempre me chamou a atenção foi o fato de haver, em uma cidade onde existem poucos monumentos, tantos bustos erigidos em homenagem a Joaquim Inácio Ribeiro. Existem, ao todo, três bustos dele espalhados pela cidade, idênticos, confeccionados pelo mesmo molde.
Um deles fica na Praça Santa Rita, entre o coreto e a fonte. O segundo fica em frente à escola que leva o seu nome. Já o terceiro encontra-se no mausoléu em que foi sepultado, no ponto mais alto de nosso cemitério. Tais manifestações em espaços distintos, fizeram com que eu ficasse curioso para conhecer a vida deste homem. Queria saber um pouco da importância que Joaquim Inácio teve para a cidade.
 Seria ele um homem rico e poderoso? Ele deixou filhos? Teve alguma relevância no cenário político local? Para desvendarmos este dilema, consultamos a Revista Flamma, veiculada em Santa Rita do Sapucaí em fevereiro de 1927, data de sua morte.

O depoimento da Flamma:
Pelo ano de 1875, fixou residência na freguezia, onde adquiriu propriedade, o Sr. Joaquim Inácio Ribeiro, natural de Cristina. Quando os habitantes da cidade viram na pessoa do novo habitante, um espírito pacíficador e de boas qualidades, resolveram convidá-lo para a chefia do Partido Liberal da cidade.  Junto com Silvestre Ferraz, Joaquim Inácio muito trabalhou para a emancipação de nossa cidade. Seu genro, o Dr. Delfim Moreira, foi o primeiro promotor de justiça que tivemos. Joaquim Inácio conseguiu, com o passar do anos, acumular por aqui uma grande fortuna. Ele foi o quinto prefeito de Santa Rita do Sapucaí. Muito estimado, Joaquim Inácio recebeu muitas visitas dos amigos por ocasião de seu falecimento. A missa de corpo presente foi celebrada no dia 26 de fevereiro de 1927, e o sepultamento na tarde deste mesmo dia.
Entre as numerosas coroas de flores que ornamentavam a urna funerária, notamos uma com a seguinte inscrição: “Ao saudoso presidente, sincera homenagem do diretório político de Santa Rita do Sapucaí”.
Ao baixar ao túmulo o caixão, fizeram brilhantes necrológios os senhores: Samuel Bruce, Francisco Falcão e Eurico Dutra, deputado do congresso do estado. O Sr. Joaquim Inácio Ribeiro deixa os seguintes filhos: Cel. Joaquim Ribeiro de Abreu, capitalista em Pouso Alegre; Dr. Loreto R. de Abreu, desembargador do tribunal de relação do estado; Francisca Moreira de Abreu, viúva do ex-presidente Delfim Moreira; Maria de Abreu Amaral, esposa de Joaquim Campos Amaral, ex tabelião de Pouso Alegre.

4 comentários:

  1. Parabéns pela postagem. Adoro saber coisas de minha terra. Também sou curiosa para saber quem foram as pessoas que hoje dão nomes às ruas e locais públicos. Como você tem acesso à revista?

    ResponderExcluir
  2. Tenho algumas edições copiadas em Xerox (Tais edições foram fotocopiadas para mim na prefeitura e, mais tarde, acabaram subtraídas por alguém que passou por lá.). Outras edições, comprei no estante virtual de um rapaz que vende raridades e que mora em Barbacena.

    ResponderExcluir
  3. Professor Anderson3 de dezembro de 2010 10:07

    Hiper dez a reportagem. Vocês acabaram de dar uma ideia para um interessante projeto a se desenvolver em 2011 com os alunos da escola "Sanico Teles". Quando ele for concretizado, envio as fotos.
    abração.

    ResponderExcluir
  4. Joaquim Inácio Ribeiro foi padrinho de batismo de meu bisavô Joaquim de Andrade Ribeiro. Ele era irmão da mãe do meu bisavô, Anna Esméria Ribeiro. São filhos de Ignácio Joaquim Ribeiro e Joaquina Maria Carneiro.Joaquina era filha do Alferes Manoel Carneiro Santiago, português, e Ana Francisca de Freitas.
    O Eurico Dutra que fala quando do sepultamento é Eurico Leopoldo de Bulhões Dutra, que era irmão de minha bisavó Joanna de Bulhões Dutra (casada com meu bisavô Joaquim de Andrade Ribeiro).

    ResponderExcluir